terça-feira, 15 de maio de 2012

Proteínas

Pessoal, dica da Denise Pinto (http://www.nutricionistadenisepinto.com/2012/05/materia-revista-finisher.html), segue uma matéria da Revista Finisher sobre as Proteínas, tão necessárias à (re)construção muscular.
Logo tem relato e fotos da XXVIII Meia Maratona de Cortegaça.

segunda-feira, 30 de abril de 2012

Resumo Abril 2012


Abril, águas mil ! Começou com a Meia Maratona de Madrid, em que infelizmente não consegui obter a marca de sub-2h por apenas 31s, mas considerando as subidas, até que não foi nada mal. Consegui fazer mais 2x os 10K em sub-50, bati recorde nos 5K (@4'37), e pra fechar com chave de ouro, novo recorde na meia em 1h57, e viva meu sub-2h :)
Também aumentei muito o volume, visando preparação pra uma Maratona qualquer, foram 225Km no total com uma média de 15Km por treino. Apesar desse aumento no volume, houve também um aumento na vel.média de 10,5 para 10,7.
Teve um treino também de 26Km, em que me perdi completamente no meio d'uma floresta entre Vagos, Gafanha da Vagueira/Encarnação, mas foi show de qquer forma, heheh. Precisava era de um app que me avisasse sonoramente quando estou começando a me afastar muito da rota planejada. Obrigado ao Carlos que me deu uma boléia até em casa, porque já estava completamente destruido por ter corrido em areia e trilhas. Nota ZERO aos mais de 30 condutores que por mim passaram e não me ajudaram. Apenas para comparação, na Alemanha o terceiro carro parou. 
Enfim, to muito muito satisfeito, só a perda de peso é que freou muito. Comilanças de fds e ataques ao frigorífico e à despensa me destroem. Disciplina de treinos eu tenho, não há chuva que me impeça de correr, porém preciso agora focar mais na alimentação. Daqui 2 semanas tem Meia Maratona de Cortegaça, e espero encontrar alguns amigos virtuais do Endomondo: Armando, Nelson, António e Mark (http://objectivo42195.blogspot.pt/) !!!
--- Numero de Treinos: 15
Distância Total: 225Km (15Km / Treino)
Tempo Total: 20h58m39s (1h24m / Treino)
Pace/Vel Médio: 5:36min/Km - 10,7Km/h
Calorias Queimadas: 20000kCal (1335kCal / Treino)
--- Actualização: Acabei de descobrir que venci um challenge no Endomondo :D
Prize: Self-Respect, ehheheh, q pena, qria ter ganho um gear qualquer, ... (http://www.endomondo.com/challenges/4258743)

quinta-feira, 12 de abril de 2012

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Infografico: Quem corre maratonas ?

Ok, já percebi que o infográfico anterior, foi talvez um pouco pesado. Pra compensar meu humor negro de antes, mando outro: Quem Corre Maratonas ?

Infografico: Chances de Morrer Praticando Corrida e outros Esportes

Ah, infográficos, como eu os curto. Galera, segue abaixo um infográfico sobre as chances de morrer em várias atividades. Felizmente a de morrer correndo é de 1 em 1.000.000. O que estamos esperando ? Vamos correr!
Fonte.: http://www.besthealthdegrees.com/health-risks/

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Resumo Março 2012

Numero de Treinos: 13
Distância Total: 154Km (11,85Km / Treino)
Tempo Total: 14h40m (1h08m / Treino)
Pace/Vel Médio: 5:43min/Km - 10,5Km/h
Calorias Queimadas: 14400kCal (1110kCal / Treino)
-- Março foi um mes diferente, foram 3 treinos em Kaiserslautern, 1 no meio da floresta e com temperaturas abaixo de zero. Também bati recordes nos 5K, 10K e 15K, com destaque para os 10K sub-50, meu tão sonhado objetivo. Fiz um treino em areia fofa, e mais um na escadaria do prédio onde moro. E também foi mês final de preparação para a  Meia Maratona de Madrid. Em Maio tem a Meia Maratona de Cortegaça e vamo que vamo !!!

terça-feira, 3 de abril de 2012

XII Medio Maraton Villa de Madrid 2012

Galera, no último domingo que passou fiz a Meia Maratona de Madrid. Fabão, pena vc ter que ir pro Brasil, vc ia curtir demais correr com a cidade fechada só pra vc ! Segue um breve relato... Sábado a tarde, ir a Feria del Corredor buscar o kit, que continha uma camiseta dry-fit da Asics alusiva à prova, dorsal, revista, 1,5l de caldo de peixe em embalagem tetra-pak (excelente idéia), algumas barrinhas energéticas, 1 tubinho de glicose líquida e uma headband. Aproveitei e fiz lá um teste de pisada gratuito. O Sr. que fez o teste comigo disse que eu tinha pisada normal, porém acho que estavam é querendo vender palmilhas personalizadas para corrigir um pequeno defeito quando apóio a parte dianteira do pé. Vou tentar fazer novo teste para ter certeza, até pq eles não tinham câmera na parte de trás da passadeira.
Sábado a noite, deixar tudo pronto para o desafio do dia seguinte: fazer a meia em menos de duas horas.
Domingo: acordar cedo, me vestir, dar um beijo nos meus amores e ir pro local da prova. Pude ir a pé, a apenas 1Km da casa do meu parceiro (mais virtual que real) de corridas Fábio. A largada e a chegada seriam no Parque do Retiro. Aproveitei o tempo sobrando antes da largada pra um tradicional xixi, alongamento e beber água. Me posicionei de acordo com o tempo que queria fazer, entre 2h e 1h54, e fiquei avistando o coelho/balão das 1h55. Largada pontual as 9h30 e logo em seguida começam as subidas e mais subidas, vejam a altimetria aqui http://runkeeper.com/user/fknaesel/activity/79200293.
Mas o que mais me emocionou, em algumas vezes, foi quando estavamos a descer e logo a frente via-se aquele mar colorido de gente a subir logo em seguida. Imaginem 18000 pessoas a correr, isso é gente que não acaba mais.
Aqui segue o vídeo com a chegada. O tempo oficial foi 2:06:19, enquanto o tempo líquido foi 2:00:31. Não foi exatamente o que eu queria, mas considerando 230m de subidas, até que tá bom dmais :)
http://www.corriendovoy.com/video.php?id=562&video=39643
Se alguém me encontrar no vídeo por favor me avise, pq eu mesmo não me achei, heheheh.
Abraço e boas corridas !
PS.: Levo o CORJA no peito viu ?!?!?

quarta-feira, 28 de março de 2012

Você Sabia ? (1)

Você sabia que 1kg de gordura contém 7730 kilocalorias ???
Bora correr pessoal....
Fonte.: Newsletter Spiridon nº 30.

segunda-feira, 26 de março de 2012

Infografico Corrida 2

Moçada, já postei estes dias um infográfico sobre a maratona. Hoje achei um novo no blog do RunKeeper, o aplicativo que eu uso para fazer tracking dos meus treinos e corridas. Já perceberam que eu sou amarrado em infográficos não ?? Confira !

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Resumo Fevereiro 2012


Numero de Treinos: 12
Distância Total: 148Km (12,3Km / Treino)
Tempo Total: 13h28m (1h10m / Treino)
Pace/Vel Médio: 5:40min/Km - 10,6Km/h
Calorias Queimadas: 13650kCal (1140kCal / Treino)
-- Este Fevereiro foi outro mês de recordes nos 5K, 10K, 15K, Meia-Maratona, Treino mais longo 30K, e isto tudo com uma semana parado por causa de infecção na garganta, febre e gripe. Também perdi mais um Kilinho :) Só as comilanças de fds e antes de dormir que me quebram, mas ainda dou a volta nisso também. Bons treinos e continuem correndo !!!

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Longao 30K

Já havia quase um mês do último longão de 25K que eu havia feito. Dia 1º de Abril vou fazer a Meia Maratona Villa de Madrid e precisava fazer um simulado. Sexta-feira a noite então decidi fazê-lo, junto com um longão. Perguntei a minha esposa, "Amor, se eu for até Mira correndo vc vai me buscar depois?", sinceramente não tava muito afim de ir e voltar no mesmo percurso. Mas como sábado não é dia de acordar muito cedo, decidi fazer um percurso no qual já havia pensado e nunca feito: Praia da Barra, Vagos, retornando a Barra. Eram 30Km, muito chão pra quem já havia feito o último nem tão longo 25K há um mês. Na pior das hipóteses se eu não aguentasse podia ainda ligar a minha esposa me buscar.
Arrumei então o equipamento necessário: Mochila de Hidratação 1L d'água, Cinto com 3 garrafinhas 115ml com Maltodextrina, documentos pessoais, algum dinheiro, faixas refletivas (iria sair antes de clarear o dia), meu novo Asics Gel Blackhawk 5 (presente dos meus pais), meia, calça térmica, camisa de manga curta, camisa de manga longa, protetor de orelhas, luvas e o armband com meu telemóvel. Ufa, é coisa hein? Bom, mas pra um longão "solo" temos que estar preparados. Acordei umas 6h15 da manhã, breu total lá fora, me arrumei, fui pra fora, tava frio, +/- uns 5ºC, liguei o telemóvel pra ir pegando o sinal do GPS enquanto alongava (alemão pão duro não tem plano de dados pra usar AGPS, ehheh).
Sai por volta das 6h55, escuro ainda, num ritmo bem confortável pra início, mas tinha quase certeza de que não iria aguentar 5'50min/km até o fim. Atravessei a ponte de Barra e saí em direção ao Largo da Bruxa, porém ao invés de ir pela avenida principal, decidi pegar uma estrada de chão margeando a ria, isso mesmo, RIA, rsrs. Tenho que dizer que é bom demais às vezes não correr no asfalto. Lá pelas 7h30 próximo à Gafanha do Carmo, eis que aparece o astro rei dando sinal de vida. Mais um bocadinho e vejo um moliceiro, barco tradicional da Ria de Aveiro, utilizado antigamente para retirar o moliço (uma espécie de alga) utilizada para fertilizar a terra.
Assim, completei os primeiros 10K em 58min já lá na Gafanha da Vagueira. Virei à esquerda em direção ao Parque de Campismo, depois à direita em direção a um parque num pinheiral gigante, onde fizemos o primeiro aniversário do nosso miúdo cá em Portugal (pena não ter tirado foto do parque). Logo à frente virei à esquerda novamente em direção à Vagos, margendo o pinheiral.
Eis que de repente começo a sentir um bocado de frio nas mãos e tive que recolocar as luvas ora tiradas. Não era à toa que estava tão frio, havia geado na noite anterior. Continuei, mas o ritmo já havia diminuído um pouco.
Virei no sentido do Santuário da N.Sra.Vagos, em vez de prosseguir em linha reta para o centro da cidade. Passei por vários campos esperando ansiosos por serem cultivados. E o ótimo de correr por estes lados, neste horário é que quase não se encontra um automóvel. Além disso, em muitos casos há uma ciclovia margeando as rodovias nacionais. Afinal de contas, segurança em primeiro lugar. Pelo quilômetro 17, chego ao belíssimo Santuário. Sua relva sempre bem aparada, e esta igrejinha impecavelmente bem conservada transmitem uma paz incrível. Fiz um agradecimento rápido e segui em frente, agora com trajeto já de retorno, porém não pelo mesmo caminho.
Acho entediante ir e voltar pelo mesmo caminho, procuro sempre variar o trajeto. Passei então pelos fundos da fábrica de porcelanas Vista Alegre sentido Gafanha d'Aquém, onde há uma churrascaria brasileira chamada Estrela do Sul, bem famosa por aqui, com seu simpático Juca Bala. Viro à esquerda então sentido Gaf.Encarnação. Logo em seguida, ciclovia novamente, muito bom não precisar se preocupar em subir e descer calçadas ou ficar a desviar dos carros. Até então o treino estava a decorrer ótimamente, já tinham-se ido as garrafinhas de Malto, e era altura de apelar para um dos sachês de Carbogel que minha esposa havia trazido do Brasil. Também já havia ultrapassado a distância da Meia Maratona, em 2:04:24h, novo recorde pessoal mundial :) Pelo quilômetro 25, já começo a sentir uma leve dor nas panturrilhas, que viria a me acompanhar até o final do treino, hora de tomar o último Carbogel. Km 26, mais uma foto da rotunda com outro Moliceiro. Do outro lado da rotunda, não dá para ver na foto, duas quadras de tênis e um local onde ainda hoje algumas pessoas vão lavar suas roupas. Já estou chegando perto de casa, e ainda não acredito que consegui chegar até aqui. Subo a ponte em direção à Barra, último quilômetro, falta pouco. Km 30, quase à porta de casa, hora de parar. Resultado final, 30Km em 3horas 2minutos e 26segundos, pace de 6'05/Km e velocidade média de 9,87Km/h, muito melhor do que eu esperava. Simplesmente não há palavras para descrever a sensação de dever cumprido, de superação, de prazer endorfinado. Obrigado Deus por me conceder a motivação e força necessárias para me superar a cada dia.
A propósito, o que você achou desse relato? Dê sua opinião (sincera, seja boa ou ruim) nos comentários abaixo.  São sempre muitíssimo bem vindos. E obrigado por ter lido meu relato até o fim :) Abraços e boas corridas !!!

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Santo Micropore

Hoje vou falar num companheiro de corrida praticamente inseparável e indispensável: o micropore. Quando eu ainda era um completo iniciante correndo com camiseta de algodão, após um treino um pouco (bem pouco) mais longo, cheguei à casa com os mamilos queimando e quando me dei por conta duas manchas vermelhas de sangue na região do peito. Tudo bem que sou homem, mas vou dizer que isso dói pra caramba. Meu primeiro contato com ele foi um alívio imediato. Protege e muito bem os mamilos, principalmente naqueles treinos mais longos, em que ficamos alí algumas horinhas transpirando. Alguns usam vaselina, mas pra mim não funcionou muito bem. E vcs, o que usam para proteger os mamilos ?

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Musculo gordura - verdades e mentiras

Descubra se você entende tudo sobre o assunto e sabe o melhor caminho quando o tema é músculo e gordura.

Você queima mais gordura se faz exercício com o estômago vazio Verdade: treinar em jejum o ajudará na hora de perder uns quilinhos, embora não seja uma opção muito saudável. Estudos recentes mostram que fazer esforço físico com o estômago vazio ajuda a queimar uma maior quantidade de gordura.
Uma boa forma de fazer exercício são as caminhadas Verdade: caminhar devagar (a uma velocidade próxima de 5 km/h) é uma das formas mais saudáveis de se exercitar, já que a absorção de insulina pelas células é melhorada, a energia aumenta, o estresse e a pressão arterial diminuem etc. Se o seu objetivo é perder peso e você não está em forma, comece a andar, mas, quando esse ritmo de passeio permitir a você conversar sem que perca o fôlego, imprima mais velocidade. Lembre-se: uma vez que o corpo se acostuma a uma determinada atividade física, é preciso acelerar o passo para que continue a perder medidas.
Você queima o mesmo número de calorias andando e correndo Mentira: estudos mostram que a queima de calorias gerada pela corrida chega a ser 30% maior, dependendo da velocidade em que se corre, porque a corrida requer muito mais esforço, mais músculos são acionados e, portanto, mais energia é gasta.
É impossível transformar gordura em músculo Verdade: gordura e músculo são tecidos diferentes, ou seja, um deles não pode milagrosamente se transformar no outro. Às vezes, até pode parecer que sim. A partir dos 30 anos, aproximadamente, você começa a perder massa muscular, fazendo com que o metabolismo caia com o passar dos anos (cerca de 3% por década). Resultado: os pneuzinhos aparecem onde antes havia músculos firmes e tonificados. Exercícios aeróbios e musculação ajudam a eliminar as gorduras e a tonificar a musculatura novamente.
Músculo pesa mais do que gordura Verdade: um quilo é sempre um quilo, seja ele composto de músculo ou de gordura. Porém, o músculo, por ser mais denso e compacto do que o tecido gorduroso, acaba dando a ideia de ser mais pesado. A musculatura ocupa menos espaço no corpo, por isso, o peso corporal pode aumentar à medida que você treina e ganha massa muscular. Lembre-se: a musculatura gasta mais energia por dia, portanto, quanto mais muque você tiver, mais calorias serão queimadas.

Fonte: Lygia Haydée - Sportlife

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Resumo Janeiro 2012


Numero de Treinos: 15
Distância Total: 166Km (11Km / Treino)
Tempo Total: 16h20m (1h05m / Treino)
Pace/Vel Médio: 5:54min/Km - 10,16Km/h
Calorias Queimadas: 15500kCal (1040kCal / Treino)
-- Este Janeiro foi um mês de recordes: 5K em 25min, 10K em 55min, Treino mais longo 25K, mês com maior quilometragem em Portugal (166Km). Também perdi mais uns Kgs e estou agora com 87Kg (em agosto estava com 94) e isto ajuda em muito o desempenho na corrida. Nem preciso dizer o quanto me sinto feliz e realizado com este esporte maravilhoso que é a corrida :) Bons treinos e continuem correndo.

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Descoberto hormonio que ajuda queimar gordura

Eu gosto de queimar meus pneus correndo, mas pode ser uma ajuda e grande pr'aqueles que ainda não conseguem correr. Acho q deve levar uns anos até vir ao mercado, porém parece ser uma grande promessa. O que vcs acham ?
http://www.educacaofisica.com.br/noticias/exercicios-fisicos-liberam-hormonio-que-ajuda-a-queimar-gordura

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Evite os contratempos da corrida

Uma cãibra ou uma simples bolha no calcanhar detonam o treino
A roupa é leve, confortável e apropriada para a sua rotina de corrida. O tênis é zero-bala e você ainda tem pique para um treino digno de competidor de São Silvestre. Mas a empolgação é tanta que você passa batido por alguns procedimentos básicos do bom corredor, como alongar os músculos antes de se jogar na pista. E aí - ai que dor! uma fisgada na coxa é o suficiente para interromper a jornada e ter que voltar para casa, correndo o risco aliás de, muitas vezes, passar dias de molho. A situação faz parte de apenas um dos contratempos que colocam o sucesso da corrida em risco. O professor Rogério Orban, da academia Fórmula, de São Paulo, e especialista em fisiologia do exercício, dá as dicas para evitar esse e outros obstáculos que comprometam a atividade. Confira abaixo:

Lá vem a cãibra
São vários fatores que desencadeiam a cãibra, uma contração muito forte e desorganizada do músculo, que dói para caramba: desidratação, fadiga muscular, a carência de algum mineral importante no organismo (como sódio, magnésio e potássio, perdidos na transpiração), excesso de treino, entre outros. Daí, a importância de uma boa hidratação com água, sucos e isotônicos. "Par evitá-la é essencial estar bem hidratado, não aumentar o volume de treino bruscamente e respeitar o intervalo de descanso da atividade", diz Orban. Mas não é só isso.
A musculatura pouco tonificada e mal alongada está mais sujeita às cãibras. Então, antes de treinar, estique todos os principais grupos musculares, avisando seu corpo de que o treino está prestes a começar. Também inclua banana, tomate e uvas passas na sua dieta, que são alimentos ricos em potássio.
Se acontecer durante a atividade, tente realizar um alongamento leve na região e fazer uma massagem suave. Se possível, também coloque uma bolsa de água quente no local. Com a dilatação, os músculos relaxam e a dor desaparece. Pode acontecer de a cãibra gerar uma lesão muscular, portanto, se a dor persistir, é necessário procurar um médico.

Faltou ar
A falta de fôlego geralmente ocorre nos corredores iniciantes por falta de condicionamento físico para a atividade. Uma boa técnica para quem está começando é alterar a corrida com momentos de caminhada para ter uma breve recuperação. Por exemplo: faça 3 minutos de trote e dois minutos de caminhada. Essa alternância ajuda o atleta a prolongar a atividade aeróbia, que trabalha o sistema cardiovascular e respiratório, além de proporcionar uma melhor performance da musculatura trabalhada. "O aumento do tempo de corrida e a diminuição da caminhada deve acontecer de forma gradual, respeitando os limites de cada um", recomenda o professor da Fórmula.

Dor de lado
O desconforto que afeta a parte lateral na região da barriga, conhecido por dor de lado, geralmente é causado pela respiração (inspirar e expirar) incorreta. Para que não aconteça, é necessário realizar um aquecimento mais prolongado, como uma boa caminhada e, em seguida, passar para um trote leve. Caso a dor desponte durante o treino, é só diminuir o ritmo (caminhar ou trotar leve) e controlar a respiração, provocando uma inspiração e expiração mais profunda e lenta.

Ih, torceu
As torções no pé, tornozelo ou joelhos são lesões que podem ocorrer tanto no atleta iniciante quanto no avançado. Correr em terreno irregular, como gramado e trilhas, ou até mesmo sobre o asfalto ou calçada podem provocar este acidente. Para antecipar-se ao problema, fique sempre atento onde pisa, sempre direcionando o olhar até poucos metros a frente do seu caminho. "Evite correr olhando para baixo e tome cuidado com as olhadinhas para o lado. A concentração na trajetória é fundamental", diz Orban. Prevenir as lesões também passa por manter a musculatura da perna e dos quadris bem fortalecida.
Um estudo recém-publicado na revista "Sports Health", realizado pela Universidade de Calgary, em Alberta, no Canadá, apontou que a fraqueza muscular na região do quadril é um agravante para que corredores desenvolvam lesões musculares nos joelhos e abaixo deles, ocasionando males como dor crônica, tendinite e dores na sola do pé.
Os movimentos mais indicados para fortalecer a região muscular do quadril e proteger o corpo são denominados exercícios de cadeia cinética fechada, ou seja, que usam habilidade em estabilizar a coluna, o dorso e o quadril para sustentar e mover pesos. Alguns exemplos desse tipo de exercício são o agachamento, e os exercícios de musculação leg press horizontal ou 45° e o stiff.
Uma boa alternativa de exercícios para fortalecer a panturilha, são aqueles feitos na cama elástica ou em uma superfície mais fofas - como caminhar descalço na areia - além de exercícios de musculação.
Caso a torção se manifeste, coloque gelo no local e procure um médico para tratá-la. O retorno a prática de exercícios deve ser gradativo, com muito fortalecimento e fisioterapia e, de preferência, a corrida deve ser substituída por uma outra atividade aeróbia, com bike ergométrica, até que tenha a liberação do médico. Após liberado, a corrida deve ter ritmo gradual.

Formação de bolhas
A formação de bolhas nos pés pode acontecer com qualquer um. As causas mais comuns são tênis apertado ou não adequado para o seu tipo de pisada, meia úmida ou muito velha, provocando o atrito com a pele; aumento brusco no volume de treino e erro no apoio da passada durante a corrida (como frear durante a fase de apoio da passada). Deixar a pele dos pés bem hidratada ajuda a afastar esse tipo de problema. Se a bolha já deu as caras, jamais fure ou arranque a pele da região, pois isso pode ser a porta de entrada para fungos e bactérias e o gatilho para a manifestação de uma infecção no local.

Fonte: MSN - Minha Vida

Alterações no Equipamento de Corrida

Achei muito interessante a postagem do blog "De sedentário a maratonista": Faça você mesmo as alterações ao seu equipamento de corrida. No post, o autor adiciona dois porta-géis à sua mochila de hidratação de cada lado, totalizando em 4 novos porta-trecos. Show de bola, tanto é que vou fazer isso na minha também, hehe. http://www.desedentarioamaratonista.com/faca-voce-mesmo-as-alteracoes-ao-seu-equipamento-de-corrida-2/

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Alimentos que aceleram o metabolismo e ajudam perder peso

Amêndoas: são um dos lanchinhos preferidos dos nutricionistas, pois fornecem vitaminas e fibras ao organismo, além de fornecer a sensação de saciedade por mais tempo quando comparadas a itens como pães e bolachas
Maçã: alimento de baixa caloria, a maçã ajuda a acelerar o metabolismo, colaborando para a perda de peso
Alimentos ricos em vitamina B: ricos em fibras e proteínas, com pouca gordura, alimentos com concentrações de vitamina B também levam mais tempo para serem digeridos, o que ajuda a manter o corpo satisfeito por mais tempo. Não dispense ovos, feijões e outros, como espinafre
Pimenta: uma substância presente no alimento é apontada como aceleradora do metabolismo. Apenas não vale usar os molhos à base de pimenta, pois estes costumam ser muito calóricos
Carnes magras: as proteínas presentes nas carnes levam bastante tempo para serem digeridas, o que aumenta a sensação de saciedade por mais tempo. Isso faz com que o corpo necessite usar mais calorias para a tarefa
Água: manter o corpo hidratado acelera o metabolismo além de ajudar a ganhar sensação de saciedade. Outros benefícios de beber água são o aumento da energia, ajudar na saúde em geral e ajudar a perder peso
Frutas vermelhas: são ricas em antioxidantes, fibras e de baixa caloria. Ajudam a substituir as opções de doces e pães entre as refeições
Iogurte de baixas calorias: pesquisas apontam que o item na dieta ajuda no processo de perda de peso e ainda é rico em cálcio, que também colabora na tarefa
Chá-verde: os antioxidantes presentes na bebida ajudam a acelerar o metabolismo. A recomendação é a de começar o dia com uma xícara para começar o processo logo pela manhã
Salmão: fornece ômega 3 ao organismo, um tipo de gordura essencial para manutenção do corpo. É bom para conferir aspecto de jovialidade ao rosto
--- Fonte: Portal da Ed.Física