sábado, 20 de junho de 2009

Como o exercicio ajuda a perder gordura?

Ae moçada,
Depois de um longo período sem novidades por aqui, estou de volta. Tô numa correria danada, porque na quinta-feira vou a Portugal, sem data prevista pra volta. Hoje a tarde comecei a arrumar as malas, mas como vamos ficar por muito tempo, tem muita coisa pra levar.
As corridas? Parado 100%. Vou esperar chegar em Aveiro para recomeçar os treinos pra Meia Maratona de Matosinhos. Enquanto isso, segue um texto que achei interessante.
---
Como o exercicio ajuda a perder gordura?
Algumas pessoas erroneamente acreditam que exercícios não valem a pena o esforço por causa do pequeno número de calorias gastas.
Existe uma grande confusão nos conceitos perder peso e emagrecer. Eles são muito diferentes, pois perder peso implica “apenas” na perda de quilos na balança. Independe do que foi perdido, se foi água, massa muscular ou gordura as pessoas estão mais preocupadas em perder peso do que emagrecer. Vendo apenas pela balança, não sabemos a qualidade do que foi perdido. Se perdemos mais água será facilmente recuperado se houver uma boa hidratação, agora, se a perda foi mais de massa muscular será prejuízo duplo.
Demora-se mais tempo para ganhá-lo novamente e o mesmo é que é o responsável pelo nosso maior ou menor gasto calórico, principalmente no repouso. Conclusão: a perda de peso baseada em perda de água e músculo é desfavorável para quem quer emagrecer; já quando perdemos gordura efetivamente, o benefício será enorme.
Quando o assunto é Corpo Humano é importante entender que ele é composto por inúmeros elementos que são divididos basicamente em massa gorda (composta por gordura essencial e gordura armazenada) e massa magra (livre de gordura: músculos, ossos, órgãos, líquidos e quaisquer outros tecidos).
Quando o peso que foi diminuído for de gordura você vai sentir sensível diferença nas suas roupas e medidas e não tanto em balança. Isto porque a gordura é menos densa (mais leve) e ocupa mais espaço. Já a massa muscular é mais densa (pesa mais) e ocupa menos espaço.
Quando perdemos gordura, vai embora também um pouco de líquidos, pois juntamente com a gordura armazenamos água. Portanto, cuidado para não se iludir com balança. A perda de balança pode ser facilmente recuperada dependendo do que foi perdido

Aumenta o metabolismo

Algumas pessoas erroneamente acreditam que exercícios não valem a pena o esforço por causa do pequeno número de calorias gastas. Por exemplo, andar queima aproximadamente 5 calorias por minuto. Devido ao fato de ter 7000 calorias em um quilo de gordura, iria parecer que você teria que andar 25 horas e 36 minutos para perder 1 quilo de gordura.
Porém a verdade é que mesmo os exercícios moderados aumentam seu metabolismo (queimando calorias) 3 a 8 vezes, durante horas depois do exercício. O efeito residual do exercício, e não o próprio exercício, é o maior responsável pela queima de calorias.

Mantém os músculos
Já que cada quilo de músculo requer 110-220 calorias para se sustentar e que a gordura é queimada quase que exclusivamente nos músculos, manter seus músculos torna-se crucial se você deseja perder gordura.
Os exercícios requerem que você use seus músculos, o que te permite manter (ou ainda aumentar) a quantidade de músculo que você tem. Não fazendo exercício, você irá perder músculo e reduzir sua habilidade de queimar gordura.
Lembre-se que exercícios podem lhe permitir aumentar sua massa muscular ao mesmo tempo em que você está perdendo gordura, e seu peso pode não alterar. Você irá aproveitar todos os benefícios (visuais e de saúde) de uma melhor proporção gordura/músculo, e é isso o que importa.

Aumenta as enzimas que queimam gordura

Você não pode perder gordura sem que a queime em seus músculos. Os músculos tem enzimas muito específicas que queimam apenas gordura.
Pesquisas demonstram que pessoas que se exercitam regularmente tem muito mais enzimas que queimam gordura nos músculos do que pessoas que não se exercitam.
Em outras palavras, os exercícios aumentam a habilidade do corpo queimar gordura mais eficientemente. Isto significa que quanto mais você se exercitar, quanto mais você usar seus músculos, mais enzimas que queimam gordura seus músculos irão desenvolver para queimar mais gordura.

Conclusão
Os benefícios dos exercícios vão muito além da perda de peso. Simplificando, um corpo "em forma" responde diferentemente as coisas do que um corpo com muita gordura.
Contrariando o que muitas pessoas acreditam, atletas em forma comumente não fazem uma dieta ideal. Mas por causa dos exercícios e seus corpos musculosos com pouca gordura, as conseqüências são mínimas.
Coisas como gordura, colesterol, açúcar, sal, etc. não afetam alguém que está "em forma" da mesma maneira que afeta alguém que é gordo. Pelo ponto de vista médico, exercícios afetam positivamente todos os órgãos do corpo. Exercícios também melhoram seu sono, nível de energia, humor, mente, e trazem um sentimento geral de bem estar.
Quanto mais você fizer, mais você irá querer fazer já que os benefícios continuam a aumentar e você consegue os resultados que está procurando. Para terminar, exercício é fundamental para a perda de gordura como também para o melhoramento da qualidade de vida de uma maneira geral.
Fonte.: Portal da Educação Física

terça-feira, 2 de junho de 2009

Resumo de Maio/2009

Pois é moçada,
Tenho afastado deste espaço ultimamente. Apesar de já estar de Aviso Prévio, estou dando meu máximo para sair com todas minhas tarefas em dia. Felizmente o cronograma está adiantado, mas Murphy já dizia que se alguma coisa pode dar errado, certamente dará, então não quero deixar a peteca cair.
Quando o assunto é corrida, este mês também não foi muito bom. A preguiça chegou e se instalou. Para ter uma idéia, em Abril eu fiz 195Km, e em Maio, mal cheguei aos 80Km. Espero retomar o ritmo normal em breve.
Hoje fiz um treino de uns 12Km, bem no sossego. Já me sinto melhor, mesmo estando muuuuuito frio. Coloquei um agasalho leve de tactel só pra não pegar aquele vento no peito. Ainda vou demorar pelo menos umas 2 semanas pra voltar à velocidade anterior. Hoje mal passei dos 10Km/h, enquanto que antes tava fazendo pouco mais de 11. Parece pouco, mas é uma boa diferença.
Peço desculpas também aos blogueiros que sempre deixam suas mensagens por aqui, é que da empresa eu não consigo logar e responder. E durante as aulas a noite nem pensar, senão meus pupilos e coordenadores me estrangulam, heheh.....
"Na Corrida...", Frank.
P.S.: Mesmo com treinos fracos e alimentação desregrada nos finais de semana, perdi mais um quilinho, hehe.