terça-feira, 28 de abril de 2009

Correr vira estilo de vida nas metrópoles

RIO - Não precisa pagar mensalidade nem cumprir horário. Só é preciso um caminho e um bom par de tênis. A recompensa aparece logo: emagrecimento, manutenção do peso e disposição, mesmo para quem não abre mão dos prazeres à mesa. Por isso a corrida de rua é o esporte que mais cresce no mundo. E ser corredor vem extrapolando os limites da forma física e se tornando um estilo de vida, especialmente nas metrópoles.A Corpore, uma associação de corredores sem fins lucrativos com sede em São Paulo, tinha 227 mil praticantes cadastrados no final de 2008, um crescimento de 24,7% em relação a 2007 e 26 vezes maior do que o número registrado em 1997, quando a entidade contabilizava 8,5 mil corredores no Brasil. A entidade, fundada em 1982, foi criada para apoiar maratonistas brasileiros que corriam no exterior, como Joaquim Cruz, medalhista de prata em Olimpíada. Na época, seus associados eram atletas porque a legislação não permitia profissionalização de maratonistas.
Nos anos 90, o número de corredores amadores começou a aumentar. No fim dos anos 80, a maioria dos praticantes corria por recomendação médica. Depois o foco mudou para a forma física e o que vemos hoje é que a corrida se tornou um estilo de vida, analisa o presidente da Corpore, o psicoterapeuta David Cytrynowicz, de 61 anos.
As corridas de rua perderam o foco na competição e se transformaram em eventos de lazer e confraternização. Enquanto alguns gostam de correr sozinhos e veem no esporte a chance de um momento de introspecção, boa parte dos esportistas tem vida social em torno da corrida. Ter companhia é um dos motivos que levam os corredores a associarem-se a uma equipe. Na orla do Aterro do Flamengo, Leblon, Ipanema e Lagoa, no Rio, há mais de dez de tendas onde, por um preço menor do que o de uma academia, os corredores têm treinamento individual.
Cuidados
: Apesar de ser um esporte que pode ser praticado por qualquer pessoa, a corrida pode provocar lesões e até a morte, como foi o caso do brasileiro José Carlos Gomes, de 58 anos, que morreu na Maratona de Nova York, no ano passado. A atividade física melhora o coração, mas se ele estiver fraco demais ou houver uma doença cardíaca preexistente e ignorada, pode matar, explica o médico de esporte Miltom Mizumoto.
Por isso, antes de começar a correr, especialmente homens acima de 35 anos e mulheres acima de 45 devem fazer um eletrocardiograma de esforço e um hemograma, recomenda. Entre os benefícios da corrida estão a melhora no condicionamento físico e a prevenção ou melhora da diabete e da pressão arterial. Nos primeiros três meses, já se consegue a melhora na saúde. Depois disso, começam os ganhos na performance. Mas o médico pondera. Se botar treino em cima de treino, o músculo estoura. Comer e não fazer nada também tem de fazer parte do treinamento.
Fonte.: estadao.com.br

sexta-feira, 24 de abril de 2009

Recorde Pessoal

Ae moçada,
Hoje o post vai ser rápido. Tão rápido quanto o treino de 5Km que fiz hoje: 23:45. Meu melhor tempo até então tinha sido 25min. Fazia tempo que eu não voava tão baixo, a propósito, isso nunca aconteceu, hehe, senão não seria mais um Recorde Pessoal. Tô super feliz. Minhas pernas estão pedindo arrego, até pq depois desses 5Km ainda fiz mais 9Km em ritmo de pangaré (o Fernando que me perdoe, ehhe). E por falar em recorde, estou prestes a bater mais um, o de quilometragem mensal. Na verdade eu to batendo ele mês a mês, mas especialmente este (Abril) quero chegar a marca de 200Km, e só faltam 40Km pra chegar lá. Dá tranquilo, até pra superar essa marca, porque ainda faltam 6 dias pra terminar o mês.
"Na Corrida" de sempre, Frank.

quinta-feira, 23 de abril de 2009

1ª Corrida do Trabalhador de Jaraguá do Sul (SC)

Ae moçada,
Vai ter corrida na minha cidade, dia 10/Maio. Eba.....................
Largada: 9:00h, em frente a Academia Vitta (Rua Pres. Epitácio Pessoa, 1081 - Centro). Percursos de 5K e 10K. Inscrições a R$ 15,00 até dia 30/Abr ou R$ 20,00 até 09/Maio, pelo site da Corville.
Categorias:
Masculino: 16/19 - 20/27 - 28/35 - 36/43 - 44/50 - 51/59 - 58/65 e 66 anos acima.
Feminino: 16/19 - 20/27 - 28/35 - 36/43 - 44/49 – 50 acima.

PREMIAÇÃO GERAL MASC/FEM CORRIDA DE 10 KM
Classificação Premiação
1º Lugar Troféu – 01 par de tênis Asics hiper speed + R$ 100,00
2º Lugar Troféu – R$ 80,00 + 01 Kit c/ vale compras pista e campo
3º Lugar Troféu – R$ 70,00 + 01 Kit c/ vale compras pista e campo
4º Lugar Troféu – R$ 60,00 + 01 Kit c/ vale compras pista e campo
5º Lugar Troféu – R$ 50,00 + 01 Kit c/ vale compras pista e campo

CATEGORIAS MASC/FEM - CORRIDA DE 10 KM
Classificação Premiação
1º lugar Troféu – Kit pista e campo
2°,3° lugar Troféu – brinde

CATEGORIA INDUSTRIÁRIO (de Jaraguá do Sul) - MASC/FEM - CORRIDA DE 5 KM
1º,2º,3º,4º,5º Lugar Troféu

PREMIAÇÃO GERAL MASC/FEM CORRIDA DE 05 km
1º,2º,3º Lugar Troféu – brinde

CATEGORIA CADEIRANTE MASC/FEM - CORRIDA DE 10 KM
1º,2º,3º Lugar Troféu – brinde

Obs: 1º - Serão premiados com uma mensalidade na Academia Vitta os 03 (três) 1ºs colocados (geral) masculino e feminino dos 5 e 10 kms, residentes em Jaraguá do Sul e região. Bem como os 03 (três) 1ºs colocados da categoria industriários.
Expirado o prazo de 1h30m será desativado o esquema de segurança e infra-estrutura.
Na chegada da corrida será entregue camiseta do evento aos primeiros 150 atletas que completarem o percurso de 10 km e aos primeiros 50 atletas que completarem o percurso de 5 km.

terça-feira, 21 de abril de 2009

Treinamento de força na ladeira ou na esteira: todo corredor devia fazer

Por: Luiz Carlos de Moraes - Fonte.: Portal da Educação Física

Lembram quando falei aqui que os quenianos fazem treinamento de força e como não são adeptos à musculação esses treinamentos são feitos com intervalados em rampa e/ou em terrenos irregulares? Pois bem. Essa é uma das boas opções para adquirir a força física tão necessária, pelo menos nos membros inferiores, para os corredores que não suportam salas de musculação. As variações possibilitam desenvolver as diversas manifestações da força e valências físicas adequadas ao corredor de fundo.
Os treinos curtos em ladeira executados de forma intervalada têm a característica de fortalecer os grupos musculares e tendões normalmente utilizados nas corridas em terreno plano além de preparar o atleta para situações onde a demanda de potência, força e velocidade são qualidades primordiais. É impossível numa corrida de média distância a gente não vivenciar essas situações. Mesmo com percurso todo plano a velocidade será o fator decisivo porque também depende da força para se desvencilhar de pequenos obstáculos como saltar para a calçada e voltar para a pista de rolamento, saltar sobre buracos na pista, acelerar para passar na frente de alguém ou até mesmo desviar de transeuntes.
Sem força, agilidade e velocidade de reação é fácil torcer o tornozelo ou perder segundos preciosos. Como já vimos em matérias anteriores potência, força e velocidade estão intimamente ligadas porque por definição potência é igual à força x velocidade. Por isso a planilha semanal é composta de corridas fracas, de média distância, longas, e os intervalados. Nenhum deles é completo por si só nem mesmo o intervalado tradicional.
Os tiros em ladeira devem começar de forma lenta, gradual e progressiva. Ou seja, poucas repetições, distâncias curtas e velocidade moderada. Quem nunca fez esse tipo de treino deve começar com três tiros de 300 metros numa ladeira de mais ou menos 10 a 15% de inclinação. Como acontece num intervalado tradicional, comece a correr tranqüilo no primeiro tiro, melhorando no segundo e forçando um pouco mais no terceiro de tal forma que o melhor tempo seja o último e não o primeiro. Se não forçar no primeiro os outros melhoram naturalmente. Divida a distância em três terços e execute-o em velocidade progressiva. No descanso todo cuidado é pouco porque estará descendo e as exigências dos músculos posteriores de coxa são muito maiores. Se for preciso até ande, mas não pare. Só inicie o tiro seguinte quando se sentir ligeiramente cansado ou a freqüência cardíaca recuar para 110 ou 120 bpm.
O número de repetições também deve ser gradual e progressiva. Ou seja, comece com três, repita na semana seguinte, depois quatro, depois repita e assim sucessivamente. Na medida em que o atleta se sinta seguro também pode optar por aumentar a distância de forma gradativa passando de 300 metros para 400, depois 500 metros. Não é necessário fazer distâncias maiores porque o atleta tem que voltar ao ponto de origem e o descanso fica muito longo perdendo a finalidade do treino, a menos que seja específico para uma prova como a São Silvestre.
Os tiros de 100 a 200 metros com inclinação de 10 a 15% são trabalhos anaeróbios que estimulam as fibras de contração rápida e as distâncias de 600 a 1000 metros e inclinação de 6 a 8% estão para trabalhos aeróbios estimulando as fibras de contração lenta.
Outra boa opção é fazer esse treino numa esteira com inclinação automática. Depois de correr em velocidade confortável de cinco a dez minutos inicie os tiros inclinando de 10% a 15% e como as esteiras não têm metragem parcial tão precisa faça os tiros por tempo iniciando com um minuto e descansando mais um retornando à inclinação original. Depois passe para dois minutos com descanso de um minuto e depois três minutos com descanso maior. O tempo de tiros em ladeira na esteira não precisa passar de três minutos, a menos que seja um treinamento específico como já citado. Depois de realizado os tiros corra mais uns cinco a dez minutos em velocidade confortável de volta à calma.
Os treinos em ladeira, na rua ou na esteira, apesar do grande benefício, não é preciso ser mais de uma vez por semana. Existe o risco de contusão pelo simples fato de ser um treino bastante severo e que exige muito da musculatura e articulações principalmente do tendão de Aquiles a batata das pernas na subida e os posteriores de coxa na descida.
Para Refletir: Não podemos esquecer que a tecnologia foi inventada pela inteligência do ser humano e feita para facilitar a nossa vida. Entretanto, não podemos esquecer que os mais puros sentimentos da humanidade a tecnologia não substitui e dela não podemos ser escravos. Moraes 2009.
Sobre a Ética: O profissional de Educação Física deve ministrar suas aulas num ambiente alegre, descontraído e saudável. Chatice já tem demais em outros setores da sociedade. Moraes 2009.

quarta-feira, 15 de abril de 2009

Vou sentir saudades...

Ae moçada, essa semana resolvi aposentar meu fiel companheiro de treinos. É um Asics modelo "sei lá o q". Eu comecei a correr em Outubro do ano passado com ele. Só que esse tênis já era bem antigo, tanto é que eu praticamente não o usava. Também, quem é o doido que vai usar um tênis desses pra passear? Tá certo, não é tão feio assim. Mas foram cerca de 650Km rodados. Até que não foi tanto, mas considerando que ele ficou vários anos sem uso, acho que tá na hora. Na última semana tenho sentido uma leve dor nos joelhos e tornozelos. Conversando com um amigo ele comentou que poderia estar na hora de trocar de tênis.
Vou sentir saudades, mas tenho certeza de que alguém precisa dele muito mais do que eu. Fica a foto pra lembrar depois.
O substituto? Hehe, já tenho um, mas tem post pra ele logo logo...
Que tênis você sugere pra mim que ainda preciso bastante amortecimento e conforto (leia-se sobrepeso)? Manda um comment pra mim...
"Na Corrida", Knaesel.

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Brasileiro está fazendo mais atividades físicas, revela pesquisa

Monitoramento de fatores de risco
Os homens são mais ativos no lazer do que mulheres, assim como as pessoas com maior escolaridade praticam mais exercícios físicos nos momentos de folga do que as que passaram menos tempo estudando.
Estas são algumas das conclusões da pesquisa Vigitel 2008, feita pelo Ministério da Saúde em parceria com a Universidade de São Paulo.
O Vigitel é um sistema de monitoramento de fatores de risco e proteção de doenças crônicas não transmissíveis (DCNT), que é realizado por consulta telefônica desde 2006.
Além dos exercícios físicos, a pesquisa também observa hábitos alimentares e consumo de álcool e tabaco.

Atividade física suficiente
O Vigitel considera atividade física suficiente no lazer "a prática de pelo menos 30 minutos diários de exercícios de intensidade leve ou moderada em cinco ou mais dias da semana, ou a prática de pelo menos 20 minutos diários de atividade física de intensidade vigorosa em três ou mais dias da semana".
Recentemente, uma pesquisa demonstrou que uma caminhada de 100 passos por minuto é o exercício ideal.
"Nós sabemos que atividade física praticada de forma regular é um fator muito importante na prevenção de doenças crônicas", afirma Deborah Carvalho Malta, uma das organizadoras da pesquisa por parte da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS), do ministério.

Exercícios e lazer
A pesquisa constatou que a quantidade de pessoas que praticam exercícios no lazer subiu de 14,9% para 16,4% da população brasileira.
Os níveis de sedentarismo, por sua vez, diminuíram de 29,2% para 26,3% no último ano. Nesse quesito, porém, os dados não são tão positivos quando se trata de idosos. Nesse grupo, 52,6% são sedentários.
A capital com maior número de adultos ativos no lazer é Palmas, com 21,5%. Já São Paulo é a que tem menor índice de adultos que praticam atividades físicas com regularidade, apenas 12,1%. Palmas também é a capital com menor índice de inativos, 18,7%, enquanto Natal é a que tem maior índice de pessoas que não praticam nenhum tipo de atividade física, 32,3%.
Fonte.: Portal da Educação Física

sexta-feira, 3 de abril de 2009

6ª Corrida do Dia Mundial da Saúde - Curitiba(PR)

Ae moçada,
Hoje fui ao Consultado de Portugal aqui na cidade de Curitiba para solicitar meu visto (clique aqui para saber o motivo). Aproveitando a passagem na cidade e a visita à alguns parentes, mandei um email pra prima Vanessa e ela soube que iria ter uma corrida do Dia Mundial da Saúde. Fui pra net pesquisar e achei algumas notícias (veja aqui). Liguei pra Academia Stark e consegui fazer minha inscrição mesmo depois de encerrada. E por acaso liguei hoje pra ACORBA (Associação de Corredores de Rua de Curitiba) para saber se valia a pena o preço da inscrição (R$ 30,00) e pelo menos a camiseta é dry-fit. Quem quiser ainda dá pra passar lá na ACORBA amanhã (sábado) entre as 16h e 17h e fazer sua inscrição pra prova de 8500m. A largada é em frente a Academia no bairro Jardim das Américas.
"Na Corrida...", Knaesel.
P.S.: Infelizmente não vou poder participar da corrida que eu tinha programado em Araquari(SC). Ao pessoal da Corville, em especial ao Sr. Gilberto Koball, um grande abraço. Nos vemos na próxima prova na minha cidade natal, Jaraguá do Sul (SC) dia 10 de maio.